Carlos Brando

Nome do Jogo

Temos todo tempo do mundo...

O tempo é Mercúrio-Cromo E tempo é tudo que somos…

O tempo pode abrandar a raiva, entender os erros, acalmar uma paixão arrebatadora, mas será que nos faz esquecer? Algumas feridas jamais cicatrizam. O tempo não obedece a nenhum senhor e sempre tem vontade própria.

Vez por outra sempre pensamos em como seria se pudéssemos voltar no tempo. O que eu faria diferente? Meus erros e acertos passados são indubitavelmente tudo que sou hoje. Houve um tempo em que acreditei que poderia moldar meu futuro. Somos incapazes de moldar o presente.

Somos levianos na maioria das questões e o tempo não diminui seu ritmo para que possamos perceber. Tudo será sempre uma questão de tempo… E quanto tempo dura o para sempre?

Sempre tão apressados, vamos de um lado para o outro sem se aperceber que tudo acontece agora. Não podemos voltar ao passado e nem moldar com exatidão o futuro, só podemos ser o que somos hoje. “Basta a cada dia seu próprio mal”

No entanto toda vez que escuto alguém dizer "estou aprendendo a viver um dia de cada vez”, torno a me questionar se há outro jeito. Porque só consigo pensar no que serei, e tudo que ficou para trás de algum modo ainda deixa suas marcas.

Se temos todo tempo do mundo então porque não temos tempo a perder?

Comments