Carlos Brando

Nome do Jogo

Carlos Brando e a Surgeworks

Já cansei de falar por aqui sobre o mercado brasileiro para profissionais Ruby on Rails. Infelizmente poucas empresas conseguem enxergar o potencial desta ferramenta no desenvolvimento de projetos voltados para a Web.Mas bem diferente das empresas brasileiras, em outras partes do mundo tem muita gente apostando no Ruby e no Rails como a melhor forma de se construir software de forma rápida e produtiva, sem perder qualidade e robustez.

O mais engraçado é que enquanto aqui no Brasil nós estamos literalmente correndo atrás de oportunidades para trabalhar com nossa tecnologia preferida, lá fora a situação é exatamente o contrário. Só neste último mês, eu recebi quatro propostas de trabalho de empresas nos EUA e Suécia. Mas infelizmente nenhuma destas propostas era segura o suficiente ou se enquadrava no meu perfil.Eu me lembro bem do dia que li este post no blog do Akita. Poxa vida, a vez do Akita chegou, claro que não foi sorte, ele fez por merecer. Escreveu um livro, mantém um blog excelente, é bem visto por toda a comunidade Rails aqui no Brasil e mesmo depois de ter feito tudo isto e ter sido recompensado com o emprego que desejava, ele ainda está organizando um evento de Rails em São Paulo. Em outras palavras: ainda não acabou. O cara é realmente um Ninja Rails, como disse Carl Youngblood em um dos comentários.

Pois bem, eu AINDA não escrevi um livro, mas criei um site de empregos para profissionais de TI totalmente escrito em RoR como uma prova de conceito para mim mesmo sobre a tecnologia. E estou mantendo um blog sobre Rails há exato nove meses, sem interrupções. E agora chegou a minha vez também.

Alguns de vocês já estão sabendo, outros ainda não, mas desde de segunda-feira eu sou o mais novo contratado da Surgeworks!

Eu não gosto de ficar repetindo o que já foi dito, por isto quem não conhece a empresa ainda, leia o post do Akita que eu mencionei acima. O que posso acrescentar é que a Surgeworks é uma consultoria séria, que trabalha com outsourcing e que meus colegas de trabalho se encontram espalhados pelo mundo, alguns na Itália, outros nos EUA, mais um pouco na Índia e alguns aqui no Brasil.

E o principal, vou trabalhar exclusivamente com Rails.

Minha vez chegou, mas uma coisa eu posso garantir, eu ainda não parei por aqui!

Comments