Carlos Brando

Nome do Jogo

Como Escolher um Designer

Tradução do artigo de Ryan Carson do blog: Carsonified:

Ao construir software para a internet, uma das decisões mais importantes que você deverá tomar é sobre quem vai realizar o design do seu aplicativo. Seu software está fadado ao fracasso se o design e a usabilidade forem ruim.

Para nosso novo projeto nós escolhemos Jason Santa Maria e não poderíamos estar mais felizes. Pensei que seria útil compartilhar como tomamos esta decisão.

Estes são os passos que tomamos:

1. Criamos uma lista com três designers que consideramos talentosos.

2. Enviamos um e-mail perguntado se eles estavam disponíveis e se tinham interesse em trabalhar conosco.

3. Os três responderam que gostariam de trabalhar com a gente e que tinham tempo em suas agendas (isto que é sorte).

4. Respondemos o três e-mails com uma pequena prévia do projeto e pedimos uma cotação. Pedimos para que enviassem um valor considerando um mês de trabalho (baseado em nossa experiência com nosso primeiro projeto).

5. Recebemos de volta cotações entre $5,000 e $14,000.

Tomando a decisão difícil

Então, nós tínhamos três orçamentos de três designers talentosos e capazes. Como escolher com qual vamos trabalhar?

Em primeiro lugar, vamos deixar claro o que não vamos levar em conta. Não fizemos nossa escolha baseada em preço (Jason estava com um valor intermediário). Não levamos em conta a localização (Jason mora do outro lado do oceano Atlântico). Então, em que se baseou nossa decisão? Nós escolhemos Jason por quatro motivos:

1. Entusiasmo: Ele deixou muito claro para nós que iria trabalhar arduamente no projeto.

2. Experiência: Ele tem uma boa compreensão de usabilidade e simplicidade.

3. Flexibilidade: Ele tem um estilo bem amplo (veja a diferença entre o seu site pessoal e um outro site desenhado por ele).

4. Velocidade: Ele já entende bem de padrões web e acessibilidade.

5. Confiança: Ele é bem amigável e parece ser fácil trabalhar com ele. Nós também sentimos que podíamos confiar nele.

O fator decisivo

3462563554_e6ca132a72_mO fato de sentirmos que podíamos confiar em Jason foi o fator decisivo. Ele fez o esforço de gastar um tempo conosco, e assim conseguimos conhecê-lo. Ele nos falou que estava muito interessado em trabalhar no projeto e que daria tudo de si nele. Devido a isso, sabíamos que não seria arriscado escolhe-lo como nosso designer. Sabíamos o que esperar dele.

Então, qual é a lição para os designers? Conheça seus potenciais clientes pessoalmente e tome conhecimento de qual será o fator decisivo para que você consiga o trabalho. Fazer estas conexões é fundamental, e se você fizer isso, nunca ficará sem trabalho.

Comments