Carlos Brando

Nome do Jogo

Repita comigo: Nós não precisamos disto!

58979079_945296929e.jpg

MENOS É MAIS, se você não é o dono e nem trabalha para uma “grande” companhia, diga isso bem alto todo dia de manhã e se apegue a isso. É a única maneira de brigar com os grandes.

Um bom programador não é aquele que conhece todas as manhãs da linguagem ou do framework que usa, nem aquele que sabe todos os atalhos do TextMate, ou aquele que consegue digitar na velocidade da luz. Um bom web designer não é o jedi do Photoshop ou aquele faz até chover com HTML, CSS, Javascript, etc.. Os melhores programadores e designers que conheço são aqueles que sabem quando devem dizer: “Nós não precisamos disto”.

Por exemplo, no CarreiraTI.com algumas pessoas me pediram para criar campos específicos para informações das ofertas de emprego, como: um campo para experiência exigida, outro para salário, etc.. Mas pensando bem, nós não precisamos disto, quem está redigindo a oferta pode separar da maneira que desejar usando um tracejado (—) ou asteriscos (*), por exemplo.

Seria legal ter campos separados para cada tipo de informação? Seria. O site ficaria bem mais organizado? Sim. Poderíamos criar filtros mais específicos usando estas informações? Seria uma boa. Nós realmente precisamos de tudo isto? Não. Então, não vou perder meu tempo com isto agora.

Veja um outro exemplo. Eu tinha o plano de montar um mapa geográfico baseado nas ofertas de emprego cadastradas, por isto inclui a opção de localizar em um mapa o endereço da empresa. Deixei por um tempo no site para ver como seria a reação disto, e percebi que ninguém precisava disto. Perdi meu tempo e aprendi mais uma.

A melhor maneira de sentir se algo é realmente necessário/importante é recebendo feedback de seus clientes e usando o seu bom senso. Mas não faça tudo que lhe pedirem, primeiro analise quantas pessoas realmente precisam daquela funcionalidade e só depois faça, se o seu bom senso dizer que vale a pena.

Comments