Carlos Brando

Nome do Jogo

Rails 2.2: alias_attribute funcionando com Dirty Objects

Para entender esta alteração, vamos precisar analisar o mesmo código sendo executado em uma versão anterior do Rails e depois no Rails 2.2. Vamos pegar um modelo como exemplo:

class Comment < ActiveRecord::Base
  alias_attribute :text, :body
end

Note que estou usando o método alias_attribute para criar um alias para o atributo body com o nome de text. Na teoria este método deveria replicar todos os métodos de leitura, escrita, pesquisa e qualquer outro que envolva o atributo body. Mas vejamos um exemplo sendo executado no Rails 2.1 ou anterior:

c = Comment.first
# => #<Comment id: 1, body: "my comment">

c.body
# => "my comment"

c.text
# => "my comment"

c.body = "a new message"
# => "a new message"

c.body_changed?
# => true

c.text_changed?
# => NoMethodError: undefined method `text_changed?' ...

Ao executar o método text_changed? temos um erro, porque o alias_attribute não estava replicando os métodos de rastreamento, mas isto já foi corrigido. Veja o mesmo código executado agora em um projeto Rails 2.2:

c = Comment.first
# => #<Comment id: 1, body: "my comment">

c.body
# => "my comment"

c.text
# => "my comment"

c.body = "a new message"
# => "a new message"

c.body_changed?
# => true

c.text_changed?
# => true

c.text_change
# => ["my comment", "a new message"]

Todos os exemplos dados aqui funcionarão somente no Ruby on Rails 2.2 ou superior. Você pode encontrar mais detalhes sobre esta e outras novidades do Rails 2.2 no e-book “Ruby on Rails - O que há de novo?“.

Comments