Carlos Brando

Nome do Jogo

Ninguém pode ser uma estrela do rock sem um grande cenário

Este texto é uma tradução do artigo ”Average environments beget average work”.

Grady Booch soltou o seguinte axioma no BrainstormTECH: “Na média, um trabalhador mediano realiza um trabalho mediano”. Inicialmente, pareceu-me perfeitamente racional. Mas, pensando melhor, isto começou a me incomodar. Isto se baseia na hipótese de que mau, médio e bom são atributos estáticos de uma pessoa, o que eu considero totalmente ofensivo e de mau gosto.

Eu acredito que somos capazes de fazer trabalhos ruins, medianos e bons. Eu certamente já fiz trabalhos ruins algumas vezes e constantemente faço trabalhos medianos. O que tenho percebido é que os trabalhos bons e excepcionais dependem mais do ambiente em que trabalho do que de mim. Ambientes medianos produzem trabalhos medianos.

Bons profissionais produzem trabalhos ruins o tempo todo

Simplesmente pense em todas as grandes pessoas e empresas que desapareceram em algum momento, só para aparecerem novamente depois de alguns anos, com quase nada de novo para mostrar. Até pessoas conhecidas como excepcionais podem fazer trabalhos imprestáveis quando são colocadas em ambientes ruins.

Ou pense em como boas pessoas podem facilmente fazer coisas ruins quando colocadas em circunstâncias ruins. O Stanford Prison Experiment é um bom exemplo da banalidade do mal.

Isso não quer dizer que somos todos iguais e que a estrela do rock dentro de você pode ser destravada com música hippie e sandálias. Só que há muito potencial inexplorado dentro de nós preso sob políticas de merda, má direção e burocracias sufocantes. Existem muitas pessoas esperando para fazer um grande trabalho se lhes dermos oportunidade.

Ninguém pode ser uma estrela do rock sem um grande cenário

Se você quer um time vencedor, então pare de tentar encher uma sala com estrelas do rock e ninjas. Em vez disso, comece a pensar na sala!

Aqui estão três perguntas para você começar a pensar sobre como auto-diagnosticar o seu meio ambiente:

  • Você valoriza o esforço antes do efeito? Alguém que fica a noite toda trabalhando é um herói, mas aquele que termina todo o trabalho e vai mais cedo para casa é visto como alguém que não trabalha em equipe.
  • Você confia que as pessoas farão a coisa certa? Nós não contamos dias de férias e damos a qualquer um o cartão de crédito corporativo, mas exigimos relatórios do que não são despesas.
  • Você incentiva questionamentos? As discussões sempre acabam com a frase “porque eu quero isto assim” ou explicando políticas como ” porque deve ser desse jeito e pronto”.

Mas o mais importante, pare de utilizar a qualidade percebida do seu time como desculpa para justificar porque você não pode experimentar ou seguir novas idéias. É uma grande realização dizer que isto nunca vai decepcioná-lo. Os seres humanos são extremamente propensos a desanimar sob baixas expectativas.

Comments