Carlos Brando

Nome do Jogo

Faça você mesmo primeiro

Você nunca deve contratar alguém para fazer alguma coisa sem se esforçar em fazê-la primeiro. Isto vai ensinar-lhe mais do que o necessário para que você possa entrevistar os candidatos, vai permitir que você entenda melhor a natureza do trabalho (preciso mesmo contratar ou podemos terceirizar?) e você saberá exatamente como um trabalho bem feito deve parecer. Isto também vai lhe permitir saber se o trabalho é grande o suficiente para contratar alguém por tempo integral ou se você mesmo poderia fazê-lo.

Jason não me contratou para ajudá-lo no programa Singlefile (extinto) antes de ter uma espécie de protótipo-mal-feito criado através de suas próprias competências em PHP. Eu não contratei Mark para fazer a administração do sistema sem antes perder um verão inteiro configurando um cluster. Jason não trouxe Sarah à bordo para manter o serviço de suporte antes dele mesmo ter tentado fazer isto por alguns anos.

Os benefícios de tentar fazer você mesmo o trabalho antes de contratar alguém não estão somente na hora de realizar uma contratação. Você conseguirá gerenciar muito melhor o trabalho se você em algum momento já o realizou, do que quando você está totalmente no escuro sobre o que precisa ser feito. Você terá empatia quando as coisas não ocorrerem da forma como você esperava e a culpa não for exatamente do funcionário - e também terá voz ativa quando for.

Não deixe que nomes compridos o assuste. O que um diretor de desenvolvedor empresarial faz? Descubra fazendo você mesmo. Chame algumas pessoas, tente fazer alguns negócios. Você acha que precisa de alguém para realizar testes de usabilidade em seu projeto? Tente fazer você mesmo uma sessão com seus amigos. Não, ele não sairá perfeito. Mas tudo bem. O que você está perdendo nesta execução inicial lhe será reembolsado várias vezes pelos benefícios descritos acima.


Este texto é uma tradução do artigo escrito por David Heinemeier Hansson para o blog Signal vs. Noise, originalmente em inglês.

Comments