Carlos Brando

Nome do Jogo

Programar não é só codificar

Tecnologia é um bem de consumo. Ter um carro potente é excelente, mas não faz você dirigir melhor. Ter um computador de ultima geração é muito bom, mas não permite necessariamente que você faça mais coisas em menos tempo.

Prega-se por toda a parte que programadores Ruby são mais produtivos e mais pragmáticos. Mas Ruby, assim como qualquer outra tecnologia é somente um bem de consumo. Um bom motorista, continuará sendo um bom motorista independente do carro que esteja dirigindo. Assim como um bom programador, continuará sendo um bom programador independente da linguagem de programação que estiver utilizando.

Programar não é apenas codificar. Como desenvolvedores de software precisamos entender o que estamos criando, precisamos entrar de cabeça no negócio da empresa para qual estamos trabalhando. Conheço péssimos programadores que desempenham papeis importantes nas empresas em que trabalham, não pelo seu conhecimento técnico, mas pelo seu domínio do negócio da empresa.

Quem é mais produtivo, o cara que conhece todas as minucias da linguagem ou o cara que conhece todos os processos da empresa? Saber conversar com o seu cliente na “língua dele” é essencial. Imagine a expressão de satisfação no rosto do seu cliente se ao lhe perguntar: “Você sabe o que é um HPA456?”, você respondesse: “Sim, mas você não acha que utilizar um PDT8954 seria mais interessante para o seu negócio?”.

Para sermos produtivos precisamos ser pró-ativos. Mas para sermos pró-ativos temos de saber o que precisa ser feito.

Não leia apenas artigos técnicos, mantenha-se em dia com o negócio do seu cliente. Leia revistas especializadas. Provavelmente você não entenderá tudo que ler, mas seja persistente. Converse com seu cliente sobre a área de atuação dele, tire suas duvidas. Conhecimento nunca é desperdiçado.

Não invista tanto em ferramentas e tecnologia, invista em conhecimento.

Comments