Carlos Brando

Nome do Jogo

Quando foi a última vez que você olhou para o seu plano de negócios?

Antes de iniciar esta tradução eu quero deixar claro que não sei se concordo com tudo o que o artigo expressa, mas achei que é um ponto de vista interessante, então vale a tradução para quem sabe iniciar uma discussão. Segue a tradução:

Converse com alguém que dirige um negócio bem sucedido e pergunte-lhe: “Quando foi a última vez que você olhou para o seu plano de negócios?”. É muito provável que ele nem se lembre onde o deixou.

O artigo “Três Start-Ups, um ano depois” [NY Times] apresentou alguns exemplos de como o plano de negócios original pouco importa uma vez que você está realmente fazendo alguma coisa.

Tina Ericson recentemente encerrou a sua loja online de camisetas, Mamaisms Gear, em Wilmington, NC, sobrecarregada pela tensão que isto estava gerando no seu trabalho corporativo. “Parece que foi ontem que estávamos discutindo os nossos planos para conseguir $100.000 em receita no primeiro ano”, disse a Sra. Ericson. “Cometemos alguns erros bem caros.”…

Ela previu vendas em 2008 no valor de US $100.000 pela Mamaisms Gear, que pretendia oferecer uma ampla linha de camisetas e outros produtos “A minha mãe diz” com slogans como “Pare de chorar.” Ela também comentou sobre criar um site para mulheres e iniciar uma empresa de consultoria para a indústria de serviços financeiros…

Mas, até Junho, com o baixo crescimento econômico, todos os três empresários tiveram de moderar as suas ambições. A Sra. Ericson já tinha abandonado seus planos de criar uma comunidade para mulheres na Internet e de iniciar uma empresa de consultoria para se concentrar no marketing da sua boutique de camisetas.

As outras duas empresas mencionadas no artigo ainda estão na ativa, mas também tiveram de repensar completamente os seus planos originais. Elas tiveram de mudar o foco, serviços, salários, parcerias, etc..

Claro, você pode culpar a economia. Mas este tipo de coisa faz parte do curso, mesmo quando as coisas estão indo bem. Empresas, assim como exércitos, sempre precisam se ajustar aos campos de batalha. Se em um ano estas empresas já estavam tão longe da projeção inicial, imagine o quão inútil seria uma projeção para os próximos três (ou cinco) anos.

Isto suscita a seguinte questão: Por que fazer um plano de negócios se ele é obviamente uma fantasia que não tem nada a ver com a realidade? Se estas projeções são apenas alguns números pescados no ar, porquê perder tempo dando atenção a eles? Se iludir, de forma alguma vai beneficia-lo.

Parece que a maioria das pessoas escrevem planos de negócios, apenas porque eles pensam que supostamente devem ter um. Alguns dizem que um plano de negócios é o que uma empresa “real” precisa, assim pode-se seguir adiante e começar a fazer um monte de merda. É aí que a realidade acontece e toda a merda vai para o ventilador.

Claro, pensar sobre o futuro pode ajudar. Mas documentar, e manter isto como um tipo de plano é tolice. A verdade é que você não vai saber o que fazer até que você esteja realmente fazendo isso.


Este texto é uma tradução do artigo “When was the last time you looked at your business plan?” escrito por Matt Linderman.

Comments