Carlos Brando

Nome do Jogo

Instalando a linguagem Go no Mac

logo-153x55O Google acabou de anunciar o lançamento de uma nova linguagem de programação chamada Go. A linguagem foi desenvolvida por um time formado por cinco engenheiros do Google, incluindo Ken Thompson e Rob Pike, que são famosos por terem trabalhado no UNIX.

De acordo com o Google, além de oferecer suporte integrado a processos concorrentes, Go tem a pretensão de combinar a velocidade de desenvolvimento de uma linguagem dinâmica com a performance de uma linguagem compilada.

Eu ainda não testei a linguagem o suficiente para poder expressar qualquer opinião. De qualquer forma, a melhor coisa a fazer é testar por si próprio e tirar suas próprias conclusões. Abaixo você vai encontrar um breve tutorial com os passos que percorri para instalar tudo o que é necessário para começar a brincadeira no meu Mac Os. Espero que ele seja útil para você também.

Instalando o Mercurial

Mercurial é uma ferramenta de controle de versão distribuído, assim como o nosso querido Git. É necessário instalá-lo para poder baixar o código fonte do Go.

Eu utilizei o instalador disponível para Mac na página de downloads no próprio site da ferramenta.

Após a instalação, você pode verificar se tudo deu certo digitando o comando abaixo no terminal:

$ hg version

No meu caso, uma mensagem de erro foi disparada e a solução foi configurar algumas variáveis de ambiente. Se isto também acontecer com você, abra o arquivo ˜/.profile e acrescente as seguintes linhas no final:

# Mercurial
export LC_ALL=en_US.UTF-8
export LANG=en_US.UTF-8

Configurando o ambiente para a instalação do Go

Aproveite que você já está com o arquivo .profile aberto e também acrescente as seguintes linhas no fim do arquivo. Estas linhas servem para configurar o seu ambiente para a instalação do Go.

# Go
export GOROOT=$HOME/Sources/go
export GOOS=darwin
export GOARCH=amd64
export GOBIN=$HOME/Development/Go/Binaries
export PATH=$GOBIN:$PATH

$GOROOT deve conter o diretório onde o código fonte da linguagem será baixado.

As variáveis $GOOS e $GOARCH servem para configurar o seu ambiente. As combinações validas são: linux/amd64, linux/arm, linux/386, darwin/amd64, darwin/386 e nacl/386. O código acima está preparado para a instalação no Mac OS 10.6.

E por último, a variável $GOBIN deve conter o diretório onde você deseja que os binários do Go sejam instalados. Se você optar por instalar os binários no diretório /usr/local/bin, aconselho ler esta discussão. Esta variável é opcional e o valor padrão para ela é o diretório $HOME/bin.

Para garantir que tudo está funcionando execute:

$ env | grep '^GO'

O resultado deve ser uma lista semelhante a esta:

GOBIN=/Users/carlosbrando/Development/Go/Binaries
GOARCH=amd64
GOROOT=/Users/carlosbrando/Projects/go
GOOS=darwin

Instalando

Após instalar o Mercurial, utilize o comando abaixo para recuperar o código fonte do projeto:

$ hg clone -r release https://go.googlecode.com/hg/ $GOROOT

Antes de continuar, certifique-se de criar o diretório que você configurou para receber os binários e execute os comandos abaixo:

$ cd $GOROOT/src
$ ./all.bash

Criando o primeiro programa

Se tudo correu bem, você já tem o seu ambiente pronto para começar a programar em Go. E nada melhor do que um “Hello, world” para começar. Crie um arquivo com o nome helloworld.go e adicione o seguinte código nele:

1
2
3
4
5
6
7
package main

import fmt "fmt"

func main() {
  fmt.Printf("Hello, world\n");
}

Primeiro compile o arquivo com o comando:

$ 6g helloworld.go

Para “linkar” o arquivo utilize:

$ 6l helloworld.6

E para executar:

$ ./6.out
Hello, world

Agora é só continuar no tutorial criado pelo próprio time de desenvolvimento. E não deixe de compartilhar suas experiências com a linguagem deixando um comentário.

Comments