Carlos Brando

Nome do Jogo

Migrando do Textmate para o Textmate

Até pouco tempo atrás o Textmate era uma unanimidade para programadores Rails. Recentemente porém tenho visto alguns programadores migrando para outros editores de texto, como o Vim e o Emacs.

Embora eu já tivesse uma certa experiência com esses últimos, eu nunca havia tentando desenvolver código de verdade com eles. Depois de fazer uma experiência trabalhando com cada um deles por uma semana, vejo que ambos são excelentes editores de textos e obviamente boas alternativas para o desenvolvimento de software em diversas linguagens.

Porém, quais critérios devem ser usados ao comparar essas ferramentas e decidir qual delas é a melhor? Quais são as características mais importantes em um editor de textos que poderiam determinar a minha escolha?

Acredito que o mais importante nesse caso é ser proficiente. Chega a ser irritante ver alguém pressionar dezenas de vezes a seta para a esquerda afim de colocar o cursor no começo de uma linha ou recorrer ao mouse para chegar ao topo do documento no Textmate, sendo que existem atalhos para se fazer isso com apenas uma combinação de teclas.

Escolher um editor de textos para programar não deve ser algo trivial. A curva de aprendizado é bastante íngreme até que você não precise mais pensar em quais combinações de teclas devem ser usadas para realizar uma operação. Tudo deve acontecer por reflexo.

É importante que a ferramenta seja flexível, permitindo que o programador possa configura-la de acordo com as suas preferencias. Como o processo de aprendizado é lento, é importante que você possa continuar usando o editor de textos mesmo ao trocar de uma linguagem para outra. Bons editores são capazes de aprender a trabalhar com qualquer nova linguagem de programação que apareça.

Alguns recursos como syntax highlighting e auto-indentation são indispensáveis para o desenvolvimento de software.

A conclusão é que todos esses editores de textos mencionados no inicio do artigo passam com louvor na avaliação dos requisitos mínimos. Mas isso ainda não responde a pergunta: Qual é o melhor editor de textos para se trabalhar com Rails?

Eu não sou um usuário comum do Textmate. Além de me sentir totalmente à vontade com essa ferramenta eu estou constantemente implementando meus próprios Bundles e refinando os recursos que mais uso para o meu estilo de trabalho.

Como particularmente sou mais produtivo no Textmate, então especialmente para mim essa é a melhor ferramenta para programar em qualquer linguagem.

A idéia aqui não é defender o meu editor preferido. De fato, não importa se você escolheu o Textmate, o Emacs ou o Vim. Desde que o seu editor seja uma extensão das suas mãos.

Comments